Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Apostamos na força transformadora da educação, conectando pessoas ao conhecimento.

Recheada de momentos especiais, a publicação dos Caçadores de Bons Exemplos traz passagens das viagens e trajetos percorridos por Iara e Eduardo, que vivem em um automóvel rodando o país

Foi percorrendo 1.047.072 quilômetros(mais de 20 voltas ao mundo) em 10 anos, que os Caçadores de Bons Exemplos, Iara e Eduardo Xavier, encontraram mais de dois mil projetos sociais que fazem a diferença em diferentes cantos do Brasil. O casal acaba de disponibilizar um e-book dessa trajetória que os motivou a seguir esse objetivo, reunindo os momentos de muito aprendizado e histórias de pessoas que transformam realidades nas comunidades onde vivem.

A publicação está disponível gratuitamente no site da dupla, que tem como missão buscar essas pessoas que estão criando soluções e não apenas olhando para os problemas do mundo. Na estrada, eles colecionam histórias emocionantes e muitas ideias inspiradoras. Os relatos colhidos ao longo de sua trajetória fazem parte do diário de bordo da viagem que eles mesmos foram alimentando nesse período.

“Já tínhamos o livro físico publicado, que se tornou um best-seller independente no Brasil, com mais de 120.000 exemplares distribuídos. Com a pandemia do Coronavírus, decidimos disponibilizar o e-book gratuitamente, para que as pessoas possam se inspirar nas histórias que catalogamos”, comenta Iara.

Pé na estrada

Entre as memórias retratadas na publicação, estão desde as praias paradisíacas de Santa Catarina, o canto de seriemas debaixo da barraca onde dormiam e o lindo nascer do sol no Rio Araguaia, até as estradas sem iluminação por rotas perigosas do país. E também, felizmente, a valiosa ajuda de desconhecidos. Iara e Eduardo carregam na bagagem não somente as histórias das pessoas que encontraram no meio do caminho, mas também experiências que irão guardar para sempre em suas memórias.

Leia mais: 7 iniciativas que incentivam a solidariedade

A publicação traz uma série de bastidores a partir do dia em que o casal tomou a decisão de colocar o pé na estrada, em 2011. Eles venderam o carro e o apartamento onde moravam e saíram em uma viagem pelo país em busca de bons exemplos.

“Vi neles a curadoria que sempre sonhei. A curadoria de empreendedores sociais. Alguém que viu e sentiu in loco o poder transformador da educação, cultura, música, esporte…Orquestrado não pelo Estado ineficiente, mas pelas mãos dos mais diversos e brilhantes brasileiros”. Este trecho é assinado pelo apresentador Luciano Huck, responsável pelo prefácio do e-book.

“Muita gente nos pergunta se conseguimos mudar o mundo. Infelizmente não. O planeta Terra nós não mudamos, mas o mundo das pessoas que passaram pelo nosso caminho, sim. Quer mudar o mundo? Faça o mais difícil, mude a si mesmo. Às vezes, a gente reclama de tudo de ruim que acontece conosco e esquece de agradecer os pequenos momentos. Esse foi um grande aprendizado”, comenta Iara.

Title

 

Personagens da vida real

Histórias como a de Tião Rocha, um inquieto educador popular e folclorista mineiro, chamam a atenção na publicação. Criador da Pedagogia da Roda e idealizador de projetos como o Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, que desenvolve ações educacionais que promovem a cultura brasileira, é um dos personagens inspiradores retratados no e-book, que conta com 2116 bons exemplos catalogados.

Leia mais: As lições do voluntariado em tempos de coronavírus

Aparecem ainda no e-book projetos como o Moinho Cultural, criado por Márcia Rolon, uma bailarina decidida a tirar do balé o estigma de arte para gente com dinheiro no bolso. Dessa forma, ela criou um projeto cultural gratuito, no qual as crianças aprendem dança e música. Nesse formato, existe também o Instituto Samurai- Zen, criado por Adaias e sua esposa, Edvane, que fizeram um anexo em sua casa em Paraupebas, no Pará, para atender crianças e adolescentes em situação de risco social e lá oferecem aulas de caratê,balé e ginástica.

Para quem pretende fazer o bem ao próximo, os Caçadores de Bons Exemplos têm uma dica: Coragem! “Essa palavra vem do latim “cor + aticum” que é igual a agir com o coração. Seguir aquilo que nosso coração, nossa alma, nos pedem. Se você gosta de animais, não adianta ir a um projeto de idosos. Se você gosta de idosos não adianta trabalhar com crianças. Encontre uma causa que faça seu coração pulsar”, aconselha Iara.

Baixe aqui o e-book!

Casal que percorre o Brasil em busca de pessoas transformadoras lança e-book com histórias
Casal que percorre o Brasil em busca de pessoas transformadoras lança e-book com histórias