Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Apostamos na força transformadora da educação, conectando pessoas ao conhecimento.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram estabelecidos pela ONU para a construção de um mundo mais consciente. Conheça algumas ações voluntárias que podem contribuir com essas metas.

Você sabe o que são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)? Trata-se de 17 metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015, voltadas para estratégias em prol da erradicação da pobreza, promoção da prosperidade e a preservação do meio ambiente. A ideia é engajar todos os países na transformação do mundo como o conhecemos.

Resultado do compromisso assumido com a Agenda 2030, discutida pelos países-membros em Assembleia Geral da ONU, a lista de ODS visa um desenvolvimento sustentável para as mais diversas esferas da sociedade, envolvendo educação, igualdade, trabalho e saúde, e fundamenta-se na Declaração Universal dos Direitos Humanos, dentre outros tratados.

Desde 2015, a ONU destaca a importância do trabalho voluntário para atingir os objetivos de maneira global. A organização voltou a reforçar o seu posicionamento no  Informe sobre o Estado do Voluntariado no Mundo 2018, lançado pela UN Volunteers em agosto de 2019.

“Os voluntários estão na linha de frente de cada uma das grandes crises e tensões mundiais, respondendo a problemas de todas as dimensões dentro das várias comunidades”, afirma o documento.

Considerando a importância do papel de cada cidadão para promover essa mudança no mundo, destacamos algumas iniciativas e ações voluntárias, alinhadas aos ODS, que podem contribuir com o alcance das metas.

O ODS 1 é sobre Erradicação da Pobreza.1. Erradicação da Pobreza

Objetivo: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

Caminhos possíveis: Mobilizar diversos setores para gerar oportunidades de emprego, acesso a serviços básicos, direito à propriedade e controle sobre a terra estão entre as prioridades que esse ODS pretende garantir. Iniciativas como a Habitat e a TETO são exemplos de projetos sociais voltados para a criação de condições dignas de moradia.

O ODS 2 é sobre Fome Zero e Agricultura Sustentável.2. Fome Zero e Agricultura Sustentável

Objetivo: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.

Caminhos possíveis: Para além da arrecadação e distribuição de não perecíveis, é possível organizar oficinas que conscientizem as comunidades sobre o desperdício de alimentos e a importância de prestar atenção aos processos da agricultura. Criar hortas comunitárias também é um exemplo de iniciativa que pode contribuir com esse objetivo.

O ODS 3 é sobre Saúde e Bem-Estar.3. Saúde e Bem-Estar

Objetivo: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

Caminhos possíveis: Compartilhar informações com outras pessoas que ajudem na conscientização sobre a importância de cuidados com a saúde para a prevenção de doenças. Ajudar a organizar caminhadas e corridas beneficentes, gincanas, práticas de exercícios e oficinas gratuitas à população. Engajar pessoas em campanhas de doações a bancos de sangue e de medula óssea, que podem salvar vidas.

O ODS 4 é sobre Educação de Qualidade.4. Educação de Qualidade

Objetivo: Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

Caminhos possíveis: Dar aulas de forma voluntária em escolas e cursinhos comunitários; ensinar um idioma; contribuir com a formação de jovens e educadores ou participar de leitura para crianças estão entre as ações que podem contribuir com a educação inclusiva e com mais oportunidades para todos.

O ODS 5 é sobre Igualdade de Gênero.5. Igualdade de Gênero

Objetivo: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

Caminhos possíveis: participar de campanhas de conscientização sobre questões de gênero e direito das mulheres, promover oficinas e capacitações que incentivem a formação ou autoconhecimento. O voluntariado corporativo também pode ter um papel importante para transformar a cultura interna das empresas, promovendo ações lideradas por mulheres.

O ODS 6 é sobre Água Potável e Saneamento.6. Água Potável e Saneamento

Objetivo: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos.

Caminhos possíveis: Envio de água potável para regiões afetadas por crises hídricas e naturais e mutirões de melhorias de infraestrutura em comunidades, são algumas das opções de ações voluntárias. Reunir conhecimentos para pensar em soluções emergenciais de baixo custo também é uma possibilidade.

O ODS 7 é sobre Energia Limpa e Acessível.7. Energia Limpa e Acessível

Objetivo: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

Caminhos possíveis: Organizações como a Litro de Luz, reúnem voluntários para levar luz até moradores de comunidades locais que não possuem energia elétrica em suas casas. A partir de uma tecnologia ecologicamente sustentável e econômica, feita de garrafas plásticas e painéis solares, os voluntários transportam energia para as cinco regiões brasileiras.

O ODS 8 é sobre Trabalho Decente e Crescimento Econômico.8.Trabalho decente e crescimento econômico

Objetivo: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

Caminhos possíveis: Promover cursos e palestras sobre empreendedorismo, educação financeira, bem como capacitações gratuitas que ofereçam fontes de renda extra são formas de contribuir. Além disso, mapear e divulgar feiras livres, bazares e locais onde pequenos produtores podem vender seus produtos também facilitam o acesso às oportunidades de emprego.

O ODS 9 é sobre Indústria, Inovação e Infraestrutura.9. Indústria, inovação e infraestrutura

Objetivo: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

Caminhos possíveis: Empresas também podem agir voluntariamente para a melhoria da indústria, inovação e infraestrutura. Levar mutirões de voluntários para reformar e construir espaços novos em instituições sem recursos ou doar equipamentos tecnológicos para escolas públicas podem contribuir de alguma forma.

O ODS 10 é sobre Redução das Desigualdades.10. Redução das desigualdades

Objetivo: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

Caminhos possíveis: Oferecer oportunidades de acesso ao mercado de trabalho, educação, cultura e saúde já abordadas em outros ODS estão alinhadas com o objetivo de reduzir desigualdades. Investir em inclusão, recepção e adaptação de refugiados, construção de moradias e alimentação de qualidade podem contribuir com as condições básicas de qualidade de vida.

O ODS 11 é sobre Cidades e Comunidades Sustentáveis.11. Cidades e Comunidades Sustentáveis

Objetivo: Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

Caminhos possíveis: Participar mais das decisões da sua cidade ou entorno. Organizar mutirões de limpeza e cuidar de áreas preservadas pode ajudar a manter sua cidade mais limpa e sustentável. É possível buscar as Associações de Bairro para saber mais sobre os problemas locais e como você pode contribuir.

O ODS 12 é sobre Consumo e Produção Responsáveis.12. Consumo e produção responsáveis

Objetivo: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

Caminhos possíveis: Promover bazares de troca de roupas, brinquedos, acessórios e palestras sobre  como consumir de maneira sustentável já é um ótimo começo! Além disso, incentivar a substituição do plástico por canecas ou implementar ações sustentáveis como a coleta seletiva de resíduos é algo que as empresas também podem incorporar.

O ODS 13 é sobre Ação contra a Mudança Global do Clima.13. Ação Contra a Mudança Global do Clima

Objetivo: Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos.

Caminhos possíveis: Educação ambiental é a principal ação voluntária que pode ser realizada nesse sentido. Campanhas sobre uso consciente de energia, atividades lúdicas e pedagógicas para crianças e jovens sobre o impacto do aquecimento global, entre outras. Toda ação que envolva conhecimento sobre o meio ambiente é válida para alcançar esta meta.

O ODS 14 é sobre Vida na Água.14. Vida na água

Objetivo: Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

Caminhos possíveis: Como funciona o ecossistema das águas? Essa é uma pergunta importante a ser respondida para garantir a preservação da vida nos oceanos, rios e mares. Levar crianças e jovens para visitar nascentes e estudar o bioma é importante para que eles sintam-se responsáveis pelo uso consciente dos recursos marinhos. Além disso, mutirões de limpeza e conscientização, sobretudo no verão, são fundamentais.

O ODS 15 é sobre Vida Terrestre.15. Vida Terrestre

Objetivo: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

Caminhos possíveis: Toda oportunidade para se conectar com a natureza. Organizar o plantio e a distribuição de mudas, hortas comunitárias, oficinas de jardinagem, e trilhas ecológicas são maneiras de ajudar e se aproximar da vida terrestre.

O ODS 16 é sobre Paz, Justiça e Instituições Eficazes.16. Paz, Justiça e Instituições eficientes

Objetivo: Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

Caminhos possíveis: No Brasil, algumas instituições como Anistia Internacional e a Childhood Brasil, contribuem para conscientização da ética no cotidiano, relacionada a diversas esferas da sociedade. Palestras sobre comunicação não-violenta e oficinas sobre cultura da paz nas escolas e ambientes profissionais também ajudam a ter mais competências para lidar com os desafios do dia a dia.

O ODS 17 é sobre Parcerias e Meios de Implementação.17. Parcerias e Meios de Implementação

Objetivo: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Caminhos possíveis: A última meta é posta como um meio de garantir condições para que todas as outras se realizem. Isso significa unir sociedade civil, governos e instituições privadas nessa missão.  O voluntariado ganha força neste objetivo quando divulga causas sociais relevantes, mobiliza a população para participar de debates públicos e ajuda a conectar sociedade civil e empresas para pensarem juntas na construção de políticas públicas mais justas e eficazes.

Fundação Telefônica Vivo alinhada com os ODS

Projetos como Aula Digital, Escolas Criativas, Pense Grande e Dia dos Voluntários Telefônica assumem compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU à medida em que contribuem com soluções de acesso a recursos tecnológicos e educação de qualidade, formação continuada, orientação profissional e redução das desigualdades.

O Game do Bem também é uma iniciativa de destaque dentro do Programa de Voluntariado Fundação Telefônica Vivo. O jogo interativo, com missões que envolvem trabalhos voluntários baseados nos ODS, estimula o exercício da cidadania no meio digital por meio da mobilidade urbana, empreendedorismo social, meio ambiente, entre outros.

Descubra ações voluntárias alinhadas aos 17 ODS da ONU
Descubra ações voluntárias alinhadas aos 17 ODS da ONU