Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé

#Programação

14/09/2021 Noticia

Lifelong learning: por que é importante continuar aprendendo ao longo da vida

Buscar conhecimento de maneira proativa e contínua se revela uma das competências essenciais para a vida em sociedade. Saiba qual é a importância da aprendizagem constante

30/08/2021 Noticia

Como funciona o cérebro dos programadores?

Cientistas mapearam a atividade neural para saber quais mecanismos são ativados quando uma pessoa realiza a programação de computadores

11/08/2021 Noticia

“Em um mundo tão competitivo, estar em um local em que temos a segurança de ser quem somos é encorajador”

Clarissa Santos carregava o sonho de seguir na carreira na programação, mas achava que não era para ela. Até encontrar a 42 SP e ver que era possível ser engenheira de software

05/07/2021 Noticia

“O que mais me marcou foi a capacidade das pessoas se ajudarem para atingir um propósito comum”

Da Física para a Programação, Juliano Choi buscou na 42 São Paulo uma transição de carreira para tornar-se um cientista de dados

31/05/2021 Noticia

“A 42 São Paulo mostra como é possível aprender e evoluir de forma diferente do comum”

O carioca Matheus Moreira se encantou pela 42 São Paulo ao ver que o método de ensino parecia "um jogo". Depois de enfrentar alguns desafios na etapa escolar, hoje ele estuda Matemática Aplicada na universidade, além de ser cadete.

28/05/2021 Noticia

Dos palcos para a programação: “talvez o meu maior aprendizado seja aprender a aprender”

Conheça a história da cadete da 42 São Paulo, Paula Hemsi, que sempre trabalhou com artes cênicas, mas agora está se aventurando pelo mundo da tecnologia.

23/12/2020 Noticia

“A computação sempre foi distante até eu notar tudo o que ela pode construir”

Davi sentiu que precisava encontrar novos caminhos e viu na programação uma forma de impactar positivamente a sua vida e de quem está ao seu redor

17/12/2020 Noticia

“Na 42 o aluno tem que correr atrás do aprendizado, não pode se acomodar”

Satisfeito com o modelo de ensino "não tradicional" da 42 São Paulo, Uildo tem interesse em voltar a trabalhar com Tecnologia da Informação, área que está afastado há 17 anos.