Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
PESQUISA EXCLUSIVA REVELA OS DESEJOS E NECESSIDADES DOS JOVENS DO ENSINO MÉDIO.
BAIXE AQUI

Em 2021, o TikTok lançou o programa de aceleração #AprendaNoTikTok, que estimula criadores brasileiros a produzirem vídeos educativos.

#Educação#EnsinoMédio#TecnologiasDigitais

Aluna usa celular pedagogicamente dentro da sala de aula.

Ao invés de um desabafo, um compartilhamento de conteúdo. E, no lugar de uma dancinha, um quiz de ciências. Ele é um dos inúmeros professores brasileiros que têm feito sucesso na rede social apostando em conteúdos educativos. O Fessor de Bio possui mais de 126 mil seguidores na rede, e suas publicações relacionadas à biologia já colecionam três milhões de curtidas. O sucesso de seu conteúdo pega carona em uma estratégia do próprio TikTok de se aproximar do mundo da educação. No ano passado, a plataforma deu início ao programa de aceleração #AprendaNoTikTok, que estimula criadores brasileiros a produzirem vídeos educativos.

Hoje, a hashtag – que reúne aulas curtas que mesclam conteúdos de matemática, história e biologia, entre outras disciplinas, com doses de entretenimento – conta com mais de sete bilhões de visualizações.

Em 2021, o TikTok atingiu o número de um bilhão de usuários ativos. Neste mesmo ano, a consultoria Statista estimou que o Brasil é o segundo país que mais usa a rede social no mundo, atrás apenas da China – país onde nasceu o TikTok. A rede social é conhecida como  um espaço virtual majoritariamente jovem: do total de usuários brasileiros, 66% têm menos de 30 anos.

#AprendaNoTikTok: democratizando o hábito de ensino 

Em resposta ao contato da reportagem, representantes do TikTok afirmam que a rede é mais um meio que proporciona a democratização do hábito de ensino. “O grande volume de visualizações nas hashtags relacionadas ao tema é um dos maiores indicativos de que os criadores que falam sobre educação estão fazendo cada vez mais sucesso na plataforma.”

De acordo com eles, para além da #AprendaNoTikTok, a hashtag #estudandotiktok soma mais de 14,1 milhões de visualizações na plataforma, enquanto o termo #TikTokeducacao tem 3,6 milhões. Outras variações da mesma hashtag somam mais de dois bilhões de visualizações.

 

Professor como mediador das fontes de conhecimento 

Em 2020, para se aproximar de seu público em um momento em que as escolas foram fechadas pela pandemia, Davi, que à época lecionava biologia na Escola Estadual Delfim Moreira, em Juiz de Fora (MG), abriu um canal na Twitch para compartilhar seus conhecimentos em formato de vídeo. Não demorou para ele migrar esses conteúdos para o TikTok.

“A partir de agora, boa parte da educação se dará no espaço virtual”, aposta Davi. “O professor precisa achar seu lugar nessa nova realidade. O modelo expositivo está ficando rapidamente obsoleto, e vejo nosso lugar cada vez mais como mediador das fontes de conhecimento, apoiando os estudantes em sua própria busca por aprender.”

Os criadores de conteúdos da #AprendaNoTikTok possuem semelhanças que vão além da qualidade dos seus vídeos e do grande engajamento que geram: eles utilizam os recursos da própria ferramenta para tornar suas publicações mais atrativas e facilitar seu trabalho de edição. “Muitos professores me falam que têm vontade de fazer, mas não sabem por onde começar”, conta Davi. “Eu garanto para eles que é algo que se aprende com o tempo. O último vídeo vai ser um pouquinho melhor que o penúltimo, e assim por diante. Ressalto também que é um processo trabalhoso, que exige planejamento e muita criatividade. Mas a edição de vídeos da plataforma é bem fácil de usar.”

Veja dicas para ocupar o TikTok com conteúdos educativos 

De resoluções de exercícios e propostas de organização de estudos até dicas sobre como se preparar para exames, vale tudo quando se tem a missão de impulsionar a aprendizagem via TikTok. A seguir, com o apoio do próprio Tik Tok, listamos algumas dicas para os professores que desejam embarcar nessa aventura e fazer parte da #AprendaNoTikTok:

1.‘Storytelling’ do conteúdo
“Conte uma história para chamar a atenção do seu público. Divirta-se com o conteúdo e mostre o lado divertido da matéria.”

2.Seja criativo
“Experimente recursos como música e locução para transmitir sua opinião. Inspire-se com as tendências da plataforma e do mundo ao seu redor. Em qualquer área de atuação deve haver situações engraçadas ou curiosas que podem ser utilizadas para um conteúdo bastante envolvente.”

3.Seja orientado para a plataforma
“Explore e aproveite as ferramentas do aplicativo para ajudá-lo a criar conteúdo. E lembre-se de que TikTok é uma plataforma de vídeo que atrai em grande parte um público diversificado. Faça o conteúdo em tela cheia e vertical.”

4.Velocidade, não perfeccionismo
“Não se preocupe em tornar seu conteúdo perfeito – apenas seja autêntico com sua mensagem e seja rápido. Embarque nas tendências e crie no momento.”

5.Aproveite sua singularidade
“TikTok é uma ótima plataforma para engajar e alcançar um público diverso. Portanto, quando se trata de criar conteúdo, seja autêntico.”

#AprendaNoTikTok: cresce uso educativo da rede social, que pode ser utilizada como ferramenta pedagógica no ensino público
#AprendaNoTikTok: cresce uso educativo da rede social, que pode ser utilizada como ferramenta pedagógica no ensino público