Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedDias 19, 20 e 21 de outubro | Assista ao enlightED aqui!

O Programa Voluntários Telefônica quer que você conheça a Carta da Terra, um documento lançado há 10 anos e que está percorrendo o mundo.

Conheça os 16 princípios básicos da Carta da Terra:

 

Mais do que comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, é preciso saber qual é a sua responsabilidade quanto à sustentabilidade do nosso planeta. Por isso, o Programa Voluntários Telefônica quer que você conheça a Carta da Terra, um documento lançado há 10 anos, em Haia, na Holanda, que está percorrendo o mundo. Traduzido em 40 idiomas, com princípios e valores atualizadíssimos, sugere a adoção de novas práticas sociais, econômicas e ambientais, como única forma de garantir a sobrevivência do planeta para as gerações futuras.
 
Seu texto critica o modelo de desenvolvimento adotado pelas nações e propõe medidas prioritárias contra o aquecimento global, as mudanças climáticas, a destruição das florestas, bem como a produção de lixo em ampla escala, entre outras questões.
 
Conheça os 16 princípios básicos da Carta da Terra:
 
1. Respeitar a Terra e a vida em toda sua diversidade.

2. Cuidar da comunidade da vida com compreensão, compaixão e amor.

3. Construir sociedades democráticas que sejam justas, participativas, sustentáveis e pacíficas.

4. Garantir a generosidade e a beleza da Terra para as atuais e as futuras gerações.

5. Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial preocupação pela diversidade biológica e pelos processos naturais que sustentam a vida.

6. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e quando o conhecimento for limitado, tomar o caminho da prudência.

7. Adotar padrões de produção, consumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário.

8. Avançar o estudo da sustentabilidade ecológica e promover a troca aberta e uma ampla aplicação do conhecimento adquirido.

9. Erradicar a pobreza como um imperativo ético, social, econômico e ambiental.

10. Garantir que as atividades econômicas e instituições em todos os níveis promovam o desenvolvimento humano de forma equitativa e sustentável.

11. Afirmar a igualdade e a equidade de gênero como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso universal à educação, ao cuidado da saúde e às oportunidades econômicas.

12. Defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social, capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, dando especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias.

13. Fortalecer as instituições democráticas em todos os níveis e proporcionar-lhes transparência e prestação de contas no exercício do governo, a participação inclusiva na tomada de decisões e no acesso à justiça.

14. Integrar na educação formal e aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável.

15. Tratar todos os seres vivos com respeito e consideração.

16. Promover uma cultura de tolerância, não violência e paz.
Para conhecer mais sobre a Carta da Terra, leia o texto na íntegra.
 
 
Por Lucy De Miguel  |  Vetor Comunicação
O post Carta da Terra pede mudanças urgentes para a sobrevivência do planeta apareceu primeiro em Notícias da Fundação Telefônica.

Carta da Terra pede mudanças urgentes para a sobrevivência do planeta
Carta da Terra pede mudanças urgentes para a sobrevivência do planeta