Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Logo EnlighTedDias 19, 20 e 21 de outubro | Assista ao enlightED aqui!

O fórum, que acontece entre 16 e 18 de fevereiro, na cidade de Mérida, no México, reúne articuladores para debater e fortalecer o empreendedorismo social.

Foro Latinoamericano Inversión de Impacto (FLII), com foco no empreendedorismo social, acontece entre 16 e 18 de fevereiro, com a participação da Fundação Telefônica Vivo

Fundação leva o debate sobre empreendedorismo social para o Foro Latinoamericano Inversión de Impacto.

Reunir articuladores para debater e fortalecer o empreendedorismo social e o investimento em sistemas de impacto. Este é o objetivo do Foro Latinoamericano Inversión de Impacto (FLII). A Fundação Telefônica Vivo estará presente no evento, que acontece entre 16 e 18 de fevereiro, na cidade de Mérida, no México. Empresas, ONGs, escolas de negócios e fundações participarão de workshops e discussões de painéis durante o encontro, coordenado pela New Venturies Mexico, organização mexicana que acelera e promove empresas com impacto social.

O gerente de projetos sociais da Fundação Telefônica Vivo, Luis Guggenberger, apresentará o estudo ”Visões de Futuro +15” na palestra Tendencias y Escenarios Futuros. A pesquisa consiste em um mapeamento de tendências e de possíveis cenários para os próximos anos, trazendo 180 iniciativas inovadoras tanto no Brasil quanto no mundo. Plataformas de inovação aberta, mobilização e tecnologia, novos métodos de aprendizagem, diversidade e direitos humanos são alguns dos temas mapeados.

O “Visões de Futuro +15” é uma ferramenta para que as empresas, com destaque àquelas do terceiro setor, possam visualizar tendências de negócios, reorganização de cidades e mudanças de comportamentos. Ao acompanhar iniciativas mundiais que atingem diretamente suas áreas de atuação e que já estão se desenvolvendo agora, como o ativismo digital ou as reconfigurações de trabalho, o terceiro setor reforça as ideias criativas para modificar seu entorno.

Conforme Guggenberger afirma, “Visões de Futuro +15” não só mostra um futuro de possibilidades positivas: também apresenta visões pessimistas “para que os investidores e empreendedores possam mitigar e se proteger de possíveis cenários distópicos”.

Ao participar de eventos como a FLII 2016, a Fundação Telefônica Vivo se fortalece no cenário de empreendedorismo social e mundial como fomentadora de estudos inovadores na área, incentivando a troca e os debates com articuladores do Brasil e do mundo.

Com foco em tendências, estudo “Visões de Futuro +15” é apresentado no México
Com foco em tendências, estudo “Visões de Futuro +15” é apresentado no México