Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
ESTUDO ANALISA O IMPACTO DA PROGRAMAÇÃO NA EDUCAÇÃO, EMPREGABILIDADE E MERCADO DE TRABALHO.
BAIXE AQUI

Para ajudar os educadores a prepararem suas aulas, selecionamos algumas das principais datas comemorativas que podem ser trabalhadas com os alunos. Confira!

#Educação#Educadores#VoltaàsAulas

Imagem mostra em primeiro plano o tradicional boi-bumbá, que faz parte do folclore brasileiro. A foto foi feita na rua, é possível ver ao fundo algumas pessoas em uma calçada assistindo ao festejo popular

O ano letivo está começando e está na hora de pensar em datas comemorativas para apresentar aos alunos em 2022. Afinal, depois de um longo período longe das salas de aula devido ao isolamento imposto pela pandemia, os estudantes poderão ter acesso aos estímulos sociais e cognitivos que o ambiente escolar pode proporcionar.

As datas comemorativas costumam ser incluídas no calendário escolar por abordarem temas relevantes para o aprendizado das crianças e dos jovens. Nesse sentido, as escolas proporcionam aos alunos reflexões sobre a sociedade e suas tradições e o que elas significam para a atualidade. Além disso, contribuem para a formação de futuros cidadãos.

Por isso, selecionamos algumas das principais festas populares e manifestações culturais que podem ser trabalhadas pelos educadores durante o ano letivo. Bem como dicas de planos de aula e Objetos Digitais de Aprendizagem (ODA) para ajudar no planejamento do conteúdo. Confira!

Dia dos Povos Indígenas (19/04)

Certamente, celebrar a data comemorativa é uma forma de levar aos estudantes informações sobre as tradições indígenas. Assim também como uma maneira de promover a conscientização sobre o respeito dos direitos desses povos, fundamentais na formação da população e cultura brasileira.

Nesse sentido, o Dia dos Povos Indígenas foi estabelecido em 1943, originalmente como “Dia do Índio”, para que as pessoas conhecessem mais sobre a contribuição do povo indígena ao país. Sua criação ocorreu depois da realização do I Congresso Indigenista Interamericano, entre 14 e 21 de abril de 1940, no México.

Ao contrário do que reforça o senso comum, os povos indígenas podem ser urbanos e ocupar qualquer espaço na sociedade sem perder a sua essência, seus costumes e tradições.

Para trabalhar em sala de aula: Os indígenas do Brasil (ODA)

Através de uma curta e didática animação produzida pelo canal “Enraizando”, os alunos poderão conhecer a história e os costumes dos primeiros habitantes do nosso país: os povos indígenas.

Dia Internacional da Língua Portuguesa (05/05)

De acordo com a UNESCO, a língua portuguesa é o idioma mais falado no hemisfério sul. Bem como uma das línguas mais difundidas no mundo, com mais de 265 milhões de falantes.

O Dia Mundial da Língua Portuguesa foi estabelecido em 2009 pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para homenagear o idioma e as culturas lusófonas. Além disso, é uma  ocasião que valoriza a diversidade cultural e impacta a comunidade internacional para a história e uso da língua portuguesa. Assim como acontece com todas as datas comemorativas dedicadas às línguas faladas no mundo.

Para trabalhar em sala de aula: Língua Portuguesa: sua história (ODA)

Videoaula que trata da história da Língua Portuguesa e as consequências linguísticas dos fatos que a originaram, até os dias atuais. As educadoras responsáveis também apontam as diferenças entre fala e dialeto (variedade regional). Além disso, apresentam questões de múltipla escolha relativas ao tema, bem como comentam o gabarito das seguintes questões.

Dia do Meio Ambiente (05/06)

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído pela ONU em junho de 1974 para mobilizar a população de todo o mundo para ações que tenham como proposta a preservação ambiental. Só para exemplificar, temas atuais e reais como sustentabilidade, impacto do lixo na natureza e poluição podem ser amplamente trabalhados com os alunos em sala de aula.

De tal forma que o artigo 225 da Constituição Federal diz  “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.”

Nesse sentido, a escola também cumpre o importante papel de despertar nos estudantes a consciência ambiental.

Para trabalhar em sala de aula: Meio Ambiente (Plano de Aula)

Esse plano de aula tem como objetivo conscientizar as crianças sobre a importância do meio ambiente. Dessa maneira, ao apresentar  a data comemorativa em sala de aula, o professor poderá despertar uma discussão sobre o trabalho histórico ilustrado pelo filme “Narradores de Javé”. Além disso, o plano permite desenvolver a linguagem através de fontes escritas e orais.

Dia do Folclore (22/08)

Não tem como falar sobre folclore e não pensar nas lendas do saci-pererê, do curupira ou da mula sem cabeça. Entretanto, o folclore vai além dos mitos que são transmitidos de geração a geração. Ele é formado pelas atividades e festas populares que caracterizam a história e as tradições de um povo. Envolve brincadeiras, danças, festas, cantos, comidas típicas e outros costumes da sabedoria popular.

O Dia do Folclore é celebrado no Brasil desde agosto de 1965.  O grande volume de estudos sobre a cultura popular realizados no país a partir do século XIX motivou a criação da data comemorativa. O poeta Mário de Andrade era um dos estudiosos sobre o folclore.

Para trabalhar em sala de aula: Folclore (Plano de Aula)

A proposta desse plano de aula é estimular o estudante a se aproximar dos conhecimentos e memórias da sua comunidade a partir das manifestações folclóricas do território. Paralelamente, dada a característica das manifestações, é possível trabalhar a literatura, a prática física e cultural e as artes plásticas.

Independência do Brasil (07/09)

Essa é uma das datas comemorativas que marca a história do país por representar a sua emancipação enquanto nação separada do governo português.

Em 2022, serão comemorados os 200 anos da Independência do Brasil. De certo, um motivo a mais para trabalhar o tema em sala de aula com os alunos.

Dessa maneira, datas comemorativas como a criação da bandeira nacional, a vinda da família real para o país e os museus que celebram o período do Brasil Império podem ajudar o educador a apresentar o tema aos alunos sobre diferentes perspectivas.

Para trabalhar em sala de aula: A Independência do Brasil e o Primeiro Reinado (ODA)

Nessa videoaula, o professor problematiza uma importante passagem da História do Brasil, disparada pela volta de D. João para Portugal, deixando seu filho, D. Pedro, no Brasil. Será que isso deu certo? O que veio depois do 07 de setembro? O professor pode indicar esse material para os alunos estudarem e revisarem os temas trabalhados em sala de aula.

Dia da Consciência Negra (20/11)

O Dia da Consciência Negra reforça a importância de se pensar no protagonismo de negras e negros na formação da sociedade brasileira. Sua origem está relacionada à morte de Zumbi dos Palmares e aos esforços dos movimentos sociais para revelar desigualdades históricas que marcam a população negra no país.

Sem dúvida, é uma ocasião para os educadores incentivarem os alunos a refletirem sobre o papel da cultura e do povo africano na construção da cultura brasileira. Dessa maneira, podem ser apresentados exemplos dessa influência na cultura e gastronomia, entre outras áreas.

Para trabalhar em sala de aula: Cabelo e Identidade Negra (ODA)

O vídeo é um recurso didático para promover o debate sobre o respeito étnico e a valorização da identidade cultural em sala de aula. Em resumo, apresenta a experiência de um grupo de alunos de uma escola de Sumaré (SP). Os estudantes realizaram uma pesquisa com os demais discentes da instituição sobre cabelo, autoestima e identidade da menina negra. Desse modo, tinham como objetivo evitar práticas racistas e investir na beleza, autoestima, identidade e empoderamento das pessoas negras.

Datas comemorativas: dicas para trabalhar com os alunos durante o ano
Datas comemorativas: dicas para trabalhar com os alunos durante o ano