Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Logo EnlighTedDias 19, 20 e 21 de outubro | Assista ao enlightED aqui!

Ao longo de 2020, os cinco projetos premiados contaram com apoio técnico para implementar os planos de inovação em meio ao contexto de pandemia

#DesafioInovaEscola

A imagem é uma animação colorida com o desenho de um rapaz sentado ao centro e atrás dele três telas com o rosto de outras pessoas simulando uma videoconferência. Há um cachorro sentado ao lado dele.

Muitos planos para 2020 tiveram de se adaptar às circunstâncias trazidas em decorrência da pandemia de coronavírus. Com o Desafio Inova Escola não foi diferente. Desenhado para reconhecer e convidar educadores de todo o Brasil a transformarem a realidade de suas comunidades, o projeto teve de se reinventar para garantir que essa última etapa pudesse ser cumprida na prática.

As cinco equipes vencedoras do Desafio Inova Escola entraram na fase de assessoria técnica com o objetivo de fortalecer e apoiar a implementação dos Planos de Inovação traçados ao longo do Desafio. Coordenadas pelo parceiro executor CENPEC Educação, as ações começaram em março e foram estendidas ao longo de todo o ano de 2020 para que as equipes técnicas pudessem se adaptar às particularidades de cada uma das cinco regiões do país onde os projetos vencedores estão sendo implementados.

Diante de um contexto de ensino remoto, surgiram dúvidas e inquietações por parte dos educadores como, por exemplo, de que forma engajar a comunidade escolar, maneiras de desenvolver competências digitais e métodos avaliativos de diagnóstico de aprendizagem.

“Uma questão que nos é muito cara é a contribuição para a formação continuada de qualidade das professoras e professores. No Desafio Inova Escola enxergamos a oportunidade de personalizar essa formação ao disponibilizarmos webinários com as temáticas escolhidas pelas escolas premiadas, com olhar para a implementação dos seus planos de inovação”, explica Bianca Castiglioni, analista de projetos sociais da Fundação Telefônica Vivo.

 

Uma oportunidade de potencializar e trocar conhecimentos 

Entre os meses de outubro e novembro, foram realizados quatro webinários, pensados como uma série de encontros virtuais, contando com a presença de especialistas sobre temas alinhados aos projetos de cada uma das equipes. Ao final, os participantes receberam um certificado de 10h de formação.  Veja mais detalhes no box a seguir:

Engajamento comunitário: importância e como fazer

A pesquisadora da área de educação Izabel Brunsizian assumiu a palestra dedicada especialmente para as equipes Itavivo e Guerreiros do Campo.

Sustentabilidade: como trabalhar na perspectiva pedagógica

Edson Grandisoli é consultor da Organização das Nações unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e orientou a equipe Bastião Atômico quanto a necessidade de pensar em formas de equilibrar recursos humanos e tecnológicos para inovar.

Como implementar práticas educacionais inovadoras usando recursos digitais no contexto de pandemia

Ana Márcia Paiva,  professora e consultora nas áreas de TIC na Educação, Cultura, Maker e Design Thinking conversou com a equipe IFF9 sobre a necessidade de priorizar a realidade de cada estudante e escolher recursos em que todos possam participar.

Elaboração de itens avaliativos

O pedagogo e especialista em Docência da Língua Portuguesa Ailton Carlos Santos,trouxe a avaliação como um instrumento de tomada de decisões e planejamento de ações com intuito de potencializar a aprendizagem. A equipe orientada por ele foi a Inova IEMA.

“Todos os convidados adotaram uma abordagem participativa para o encontro, o que promoveu momentos de troca entre os educadores, de motivação para continuar a desenvolver o projeto com mais confiança e de acolhimento em relação aos limites impostos ao projeto devido ao cenário de pandemia”, conta Aline TIemi Colombo, técnica do CENPEC Educação.

 

O fim de um ciclo 

Com o último webinário, o ciclo proposto pelo Desafio Inova Escola chega ao fim, mas os educadores ainda continuarão impulsionando o caminho para a inovação. Veja o que alguns deles compartilharam sobre a experiência e os aprendizados durante esta fase final:

Martamiria Santos | Itavivo, Vitória de Santo Antão (PE) 

“Percebemos que teríamos de sair do nosso lugar de certeza para ouvir ideias. Lembro-me que, alguns dias após o webinário, tivemos uma reunião com a comunidade para conversarmos sobre nossa segunda ação. Direcionamos todo o planejamento do nosso encontro para abarcar o conhecimento que construímos. E o resultado foi uma troca significativa para todos, com o envolvimento efetivo dos participantes”, conta a educadora sobre o projeto da equipe Itavivo cuja proposta é integrar a escola com o parque natural onde está localizada.

Luís André Jacinto | Bastião Atômico, Jaboatão dos Guararapes (PE)

“Com um desafio tangível a uma problemática crônica do nosso país, que é a do acesso à água, a equipe tem enfatizado neste momento a realização das ações previstas no projeto, na medida do possível. O webinário contribuiu com aporte teórico para que as ações pressupostas no projeto possam se manifestar no chão da escola”, explica. O projeto da equipe Bastião Atômico visa construir uma cultura de sustentabilidade a partir de oficinas, pelo uso de tecnologias e parcerias com a comunidade local.

 Flávia Regina Correa| Inova IEMA, São Luís (MA)

“Queremos que os estudantes tenham uma visão mais holística sobre as temáticas apresentadas na escola. Embora os itens estejam relacionados à habilidade de um determinado componente escolar, a elaboração de nosso texto-base pode perpassar por diferentes campos do saber”, ressalta a professora sobre a relação dos itens avaliativos com a proposta do projeto. O Inova IEMA se dedica a reunir professores para planejamentos interdisciplinares ao longo do ano.

Orlando Afonso Junior | IFF9, Itaperuna (RJ)

“Esse momento foi muito importante para rever nossos objetivos e metas, capturando a essência. Conseguimos ter a visão do todo, de onde partimos, o que estamos fazendo e onde queremos chegar”, diz o professor, sobre os desafios de implementar uma proposta pedagógica de incentivo à autonomia e desenvolvimento de jogos digitais.

Maria Marcilene Alves da Silva | Guerreiros do Campo, Nova Esperança do Piriá (PA)

“Com o engajamento comunitário buscamos oferecer estratégias de fortalecimento e convivência para melhor implementação do plano de inovação em meio à crise da pandemia, que impulsionou o isolamento digital. Cada equipe vencedora argumentou sobre seu plano e a efetivação das ações trocando experiências”, reforça a professora, que pretende usar as estratégias para estreitar o vínculo com os estudantes e combater a evasão por meio de um ambiente mais flexível e conectado aos jovens.

Desafio Inova Escola encerra a fase de assessoria técnica com webinários
Desafio Inova Escola encerra a fase de assessoria técnica com webinários