Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
PESQUISA EXCLUSIVA REVELA OS DESEJOS E NECESSIDADES DOS JOVENS DO ENSINO MÉDIO.
BAIXE AQUI

A troca e a doação de livros são ações que contribuem para o acesso da população à cultura. Confira iniciativas que estimulam as pessoas a doarem livros e lerem cada vez mais!

#Educação#Listas

imagem mostra uma caixa de madeira sobre a mesa com diversos livros dentro. Ao fundo, há uma estante de livros.

A retomada do hábito da leitura está se fortalecendo no Brasil. Em 2021, o volume de livros vendidos no país teve crescimento de 29,3%, em comparação a 2020. Embora esse seja um bom sinal, é preciso lembrar que o consumo de livros ainda é um privilégio de poucos. Nesse sentido, a doação de livros cumpre um importante papel de possibilitar o acesso à leitura de maneira universal e democrática.

A leitura é uma importante ferramenta de transformação social que proporciona conhecimento e aprendizagem para quem se dispõe a mergulhar em uma história. Durante a pandemia, o hábito de ler passou a fazer parte da rotina de muita gente. Os livros – não só na versão física como também na versão digital – se tornaram os grandes companheiros no período de isolamento.

No dia 14 de fevereiro é celebrado o Dia Internacional da Doação de Livro. Para mostrar como essa prática é viável e importante para a formação cultural da população, selecionamos 5 iniciativas que promovem a doação de livros. Confira!

1- Projeto Ler, alimenta

De fato, a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19 fez com que surgissem em todo o país diversas iniciativas em apoio aos mais vulneráveis. Nesse sentido, um projeto de doação de livros desenvolvido no Rio de Janeiro traz esperança a quem precisa de apoio.

O Ler, alimenta é uma ideia da publicitária Cida Burlandy. Ela decidiu oferecer livros em troca de alimentos arrecadados para doação às famílias em situação de vulnerabilidade. Ou seja, para quem gosta de ler é uma oportunidade de ter acesso a novos títulos de livros ao mesmo tempo em que realiza uma ação social.

Para participar, é preciso entrar em contato com Cida pelo Instagram do Ler, alimenta para receber as orientações sobre como fazer a troca dos alimentos por livros.

2- A Incrível Máquina de Livros

O projeto A Incrível Máquina de Livros  promove a doação de livros e o incentivo à leitura de maneira simples, lúdica e rápida. A incrível máquina consiste em um automóvel equipado com diversas obras de diferentes categorias que fica estacionado por cerca de três dias em cada cidade por onde passa.

Surpreendentemente, a Incrível Máquina transforma em um outro livro o exemplar levado pelo participante. Uma vez que o livro novo ou usado é colocado pelo leitor dentro da máquina e apertado um dos botões disponíveis, o livro se transforma em outro, que poderá ser levado para casa.

Só para exemplificar, Brasília (DF), São Luís (MA), Poços de Caldas (MG), Caldas Novas (GO) e Teresina (PI) são alguns dos lugares por onde essa máquina transformadora de livros já passou. O acervo do projeto contou com obras da escritora Conceição Evaristo na temporada de 2019.

3- Doação de livros em postos de vacinação

O incentivo à leitura deve acontecer em todas as idades. Mas sabemos que quanto mais cedo ele ocorre, melhor. Afinal, crianças que têm o hábito de ler  aprendem a ampliar seus conhecimentos desde pequenas.

Na cidade de Santos (SP), o projeto Leia Santos promove essa prática entre as crianças que vão aos postos de saúde se vacinar contra a Covid-19. Uma biblioteca móvel fica estacionada em frente ao local para fazer a doação de livros e gibis aos pequenos imunizados. Como resultado, mais de 4 mil livros infantis e gibis já foram entregues gratuitamente às crianças desde 17 de janeiro.

Do mesmo modo, a iniciativa já arrecadou 13 mil publicações, graças às doações de livros feitas pela população em apoio ao projeto.

O Leia Santos tem como objetivos ampliar os espaços de leitura, democratizar o acesso aos livros, despertar o pensamento crítico, formar novos leitores e disseminar o hábito de ler.

4- Livro sem poeira

A campanha Livro sem poeira incentiva a doação de livros de autoras negras para bibliotecas. A iniciativa é realizada pelo projeto Mulheres Negras na Biblioteca (MNB), formado por profissionais de Biblioteconomia e Letras, para incentivar a leitura de obras de escritoras negras.

Em princípio, a campanha doa para moradores de comunidades os livros escritos por autoras negras, que são incentivados à leitura. Depois, as integrantes do MNB estimulam os mesmos moradores a doarem os livros lidos para o acervo da biblioteca local.

O coletivo também incentiva a troca de livros em seu site. Os interessados devem acessar o acervo, escolher o livro e clicar na opção “quero trocar”. Um cadastro deverá ser feito, bem como uma descrição do livro a ser doado. Se a publicação estiver em bom estado e for de uma autora negra, a troca será aprovada.

5- Ler com prazer

Certamente você já viu alguém lendo um livro no metrô ou no ônibus. Esse hábito é muito comum. Afinal, para muitas pessoas o período em que utilizam o transporte público é o único tempo livre para colocar a leitura em dia. Não apenas no trajeto de ida e volta ao trabalho, como também da escola.

O projeto Ler com Prazer tem como proposta despertar o interesse pela leitura na população da cidade de Uberlândia (MG). Para isso, promove a doação de livros em quatro terminais de ônibus, por onde milhares de pessoas passam diariamente.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Turismo, os livros disponíveis nas estantes dos terminais dos bairros Industrial, Planalto, Santa Luzia e Umuarama são renovados a cada 15 dias.

Conheça projetos que incentivam a doação de livros em todo o país
Conheça projetos que incentivam a doação de livros em todo o país