Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedDias 19, 20 e 21 de outubro | Assista ao enlightED aqui!

Vídeo apresentado em conferência na UNESCO contextualiza o programa criado pela Fundação Telefônica Vivo.

Vídeo apresentado em conferência na UNESCO contextualiza o programa criado pela Fundação Telefônica Vivo.

Em um universo de 50 milhões de alunos matriculados, é um dado importante que 12% deles estejam em área rural. Pensar a educação brasileira é pensar a educação do campo, e como as particularidades educacionais de uma região de acessos complexos, aulas multisseriadas e histórico de movimentos sociais funcionam.

A inovação na educação não pode ser privilégio dos contextos urbanos. Projetando quão ricas as experiências do campo se tornam quando aliadas à tecnologia que a Fundação Telefônica Vivo mantém o programa Escolas Rurais Conectadas. Respeitando o contexto de salas multisseriadas e com um número diminuto de professores e infraestrutura à disposição, o programa se apoia em três eixos para conectar as instituições com o mundo: a Conexão, a Formação e os Laboratórios.

A Telefônica Vivo leva conexão 3G às escolas do campo: já foram conectadas aproximadamente 15 mil escolas em 9 estados brasileiros. Para experimentar o uso de novas tecnologias em diferentes formatos e contextos educacionais, a Fundação implementou os laboratórios de Viamão (RS) e Vitória de Santo Antão (PE).

O eixo de Formação oferece uma gama de cursos online, onde o educador pode se inscrever para dar continuidade a sua formação pedagógica, com um conteúdo preparado para as particularidades da educação do campo. Por ser online, o curso tem maleabilidade de alcançar e conectar professores de vários cantos do país, que o fazem de acordo com suas afinidades e dificuldades enfrentadas individualmente em cada sala de aula.

Foi o que aconteceu na escola E. E. M. Dr. Matos, na cidade de Italva, interior do Rio de Janeiro. “A nossa escola é na zona rural, multisseriada, e sempre tivemos muita dificuldade com formação continuada”, explica Isabel Cristina Souza, diretora e professora da escola. A plataforma de Escolas Rurais Conectadas trouxe tudo aquilo o que precisavam: conhecimento de maneira adaptável ao contexto da escola. Os cursos oferecidos pela plataforma, como o TIC nas Escolas: Nível Básico, diminuem o abismo entre a tecnologia a educação, criando amplas possibilidades pedagógicas.

Saiba mais sobre o projeto Escolas Rurais Conectadas no vídeo a seguir, apresentado durante o evento Mobile Learning Week, em Paris, pela Fundação Telefônica Vivo.

Escolas Rurais Conectadas: uma plataforma sobre a educação do campo conectada e inovadora
Escolas Rurais Conectadas: uma plataforma sobre a educação do campo conectada e inovadora