Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Logo EnlighTed está chegando | Dias 19, 20 e 21 de outubro | Inscreva-se agora!

Colaboradores e voluntários contam histórias inspiradoras e se preparam para o evento, que acontece dia 9.

O esquenta desta data tão especial, que ocorreu no dia 23 de setembro, começou num rufar de tambores e no sorriso das crianças: o projeto Sinfonia do Novo Mundo, orquestra composta por jovens da Associação Cristã de Osasco, deu início as atividades do dia. A ONG é beneficiada pela ação voluntária da Fundação.

Luis Fernando Guggenberger, gerente de Inovação Social e Voluntariado, compartilhou a alegria de mediar a quarta edição do evento, que serve para sentir quais as expectativas e perspectivas dos Comitês de Voluntariado – tanto de São Paulo como de outras cidades – que participavam via streaming. Ele falou da importância de engajar mais colaboradores para a iniciativa, que ocorre em 9 de outubro. 85% das vagas em São Paulo já estavam preenchidas, a quinze dias antes, uma marca histórica.

Em seguida, subiu ao palco Gustavo Gachineiro, vice-presidente da Fundação, que revelou o privilégio que é integrar esse time, após passar doze anos na GTV, empresa que se funde com a Telefônica Vivo: “O Dia dos Voluntários é muito importante, porque os colaboradores podem exercitar a integração. Vamos interagir com pessoas de outras áreas, de diferentes faixas etárias e experiências, algo que não conseguimos fazer no dia a dia”, falou. Ele também elogiou o árduo trabalho dos voluntários, que já colocam a mão na massa muito antes do Dia dos Voluntários acontecer efetivamente.

E a história do voluntariado é sempre melhor contada por quem faz parte dela no cotidiano, conhecendo os desafios e alegrias de se doar. Ao longo da apresentação, foram convidados a falar os Sponsors, executivos do grupo responsáveis por apadrinhar ONGS. Fernando Moulin, à frente da Associação Mata Ciliar, animou a plateia com seu discurso: “A gente aprende muito mais com quem nós estamos ajudando e, no caso da minha ONG, eu espero aprender um pouco com os bichinhos também. Temos muito potencial para fazer essa corrente do bem acontecer”.

Entre as falas dos Sponsors foram convidados a subir no palco um casal exemplo de cidadania e de voluntariado. Iara e Eduardo compõem o Caçadores de Bons Exemplos, percorrendo o Brasil e coletando narrativas de pessoas que transformam seu entorno. Após conhecê-las, eles divulgam os projetos nas redes sociais, semeando e inspirando pessoas em todo país a também tomarem a dianteira e solucionarem problemas de suas comunidades.

A Sponsor Diana Policarpo, emocionada pelo depoimento dos Caçadores, contou sua experiência com o Nosso Lar, ONG que abriga idosos em situação vulnerável: “Estou ansiosa para o Dia dos Voluntários. Esse projeto não pode terminar no dia 9, porque o que os idosos mais precisam, além de tudo que estamos construindo para eles, é de atenção e carinho”. Ela também comentou a vitória da sua equipe, que conseguiu que a empresa Brasilit doasse o telhado para a reforma da instituição, como também um projeto térmico.

Foram as falas regionais de cada cidade e a mensagem de encerramento de Luis que deram fim ao dia animado. Ele sinalizou que o Brasil se tornou o país com o maior número de voluntários de todo o grupo Telefônica que participa da ação: “Esse dia de hoje demonstra que estamos transformando mundialmente a Telefônica em um lugar melhor, desenvolvendo as pessoas e as comunidades. Missão dada, missão cumprida”, finalizou sendo aplaudido.

Esquenta Dia dos Voluntários mobiliza grupo Telefônica
Esquenta Dia dos Voluntários mobiliza grupo Telefônica