Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
ESTUDO ANALISA O IMPACTO DA PROGRAMAÇÃO NA EDUCAÇÃO, EMPREGABILIDADE E MERCADO DE TRABALHO.
BAIXE AQUI

Saiba como o novo módulo do curso Leitura em Voz Alta, do Portal TRILHAS, apoia os educadores no processo de letramento e alfabetização de crianças na retomada das aulas presenciais

#Educação#Educadores#Trilhas

Imagem mostra uma educadora lendo um livro para três crianças, sendo uma menina e um menino negros e um menino branco. Todos usam máscara de proteção. A menina está ao lado da educadora apontando para o livro.

Os impactos da pandemia da Covid-19 na Educação brasileira, em especial na alfabetização de crianças, tornaram-se cada vez mais evidentes. Segundo nota técnica divulgada pelo Todos Pela Educação, em fevereiro deste ano, o número de crianças não alfabetizadas durante a pandemia aumentou em 1 milhão.

De acordo com o levantamento, o total de crianças, de 6 e 7 anos de idade, que não sabem ler e escrever passou de 1,4 milhão, em 2019, para 2,4 milhões, em 2021.

Nesse contexto, a alfabetização e o letramento das crianças têm sido temas recorrentes de reflexões e debates. E agora, com a retomada das aulas presenciais, a recuperação da aprendizagem e a formação continuada de educadores são apontadas como prioridades pelos especialistas.

“Sabemos que os estudantes mais vulneráveis foram os que menos puderam aprender nesses últimos anos, e muitos abandonaram os estudos. É urgente, então, recuperar as perdas de aprendizagem e avançar”, ressalta Vanessa Marques, pedagoga e pesquisadora de infância.

 

Novo módulo do curso Leitura em Voz Alta apoia alfabetização

A fim de reforçar as estratégias de engajamento para o letramento e alfabetização de crianças, surge o curso Leitura em Voz Alta, do Portal TRILHAS. Nesse sentido, a formação tem o objetivo de auxiliar os professores no trabalho cotidiano da leitura de textos narrativos, poéticos e informativos, além de possibilitar a análise sobre as condições didáticas para a realização da leitura em voz alta.

“Este curso contribui para um dos pontos fundamentais da alfabetização: a experiência leitora das crianças e a aproximação delas da linguagem escrita por meio de textos de qualidade. Além disso, traz reflexões sobre a abordagem do Ensino Híbrido. Ao passo que analisa a potência dos recursos tecnológicos para promover boas situações de leitura, considerando as especificidades das crianças pequenas”, analisa Vanessa.

Em 2022, o curso Leitura Em Voz Alta Pelo Professor ganhou um novo módulo, expandindo a carga horária da formação completa para 70 horas.  Esse é o primeiro curso TRILHAS que passa a contar com um módulo de aprofundamento. Permitindo assim, que os cursistas ampliem ainda mais seus conhecimentos e suas horas de estudo certificadas.

Formação continuada para educadores: como funciona o Curso Leitura em Voz Alta 

Vanessa Marques, que colaborou com a escrita do módulo de aprofundamento do curso, explica a diferença entre as duas etapas do percurso formativo.

“A primeira fase está estruturada na reflexão sobre os textos narrativos, poéticos e informativos por meio da tematização de vídeos, transcrição das rodas literárias e diálogos. A ideia é aproximar os educadores dos propósitos de realizar a leitura em voz alta para as crianças.”

Após a finalização dessa fase inicial, de 45 horas, o cursista pode optar por iniciar o novo módulo de aprofundamento.

“Essa segunda etapa aprofunda o olhar sobre as intervenções do professor no momento da leitura em voz alta e a partir da abordagem do Ensino Híbrido. Neste percurso o enfoque está na promoção da experiência leitora e nas formas de estimular os estudantes a pensarem sobre o texto de diferentes maneiras”, complementa a educadora.

O percurso propõe, ainda, uma reflexão sobre a avaliação entre os pares. O intuito é aprofundar os saberes por meio da observação, análise e avaliação de práticas de leitura em voz alta de outros professores do Portal Trilhas. Para assim, ampliar ainda mais o olhar para a sua própria prática.

Clique aqui e inscreva-se no curso gratuitamente!

 

Caminhos para retomar a alfabetização de crianças

Ainda que nos últimos meses o Ensino Remoto tenha se tornado um caminho necessário e essencial para os professores, quando se trata da Educação Infantil o formato de aulas on-line e a distância apresentaram desafios específicos.

De acordo com a pedagoga, ao longo do período de isolamento social, o processo de alfabetização e letramento foi afetado por diversas questões. Entre elas, a autonomia das crianças pequenas para permanecer em aulas diante das telas e o desafio de os educadores pensarem em aulas que mantivessem o grupo presente.

Entretanto, esses profissionais têm agora um novo desafio: garantir a retomada dos estudos, de forma e aprimorar a aprendizagem da leitura e da escrita para as crianças.

“A capacitação pode apoiar os educadores a encontrar as ferramentas necessárias para aperfeiçoar suas práticas, além de adquirir novos saberes e conhecimentos. Tudo para ajudá-los a planejar e dar aulas de forma inovadora. Assim, no contexto de transformações constantes em que vivemos, a formação continuada se tornou ainda mais importante”, afirma Vanessa.

Por esse motivo, a retomada ao processo de alfabetização e letramento precisa ser elaborada de forma cuidadosa e estratégica. Dessa maneira, o incentivo à leitura tem papel fundamental nessa retomada.

“A leitura de diferentes materiais deve ser o ponto de partida para a construção do conhecimento. No processo de alfabetização, ela é ainda mais importante. Uma vez que aumenta o repertório de palavras, da pronúncia, estimula a experimentar sentimentos, imaginar e despertar o gosto pela leitura”, finaliza a especialista.

Formação continuada para educadores é prioridade no pós-pandemia
Formação continuada para educadores é prioridade no pós-pandemia