Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedRelembre aqui o enlightED 2021

O Brasil irá testar a nova ferramenta hipermídia de uso pedagógico na Internet, chamada Educalab, desenvolvida pelo Centro EducaRede de Formação Avançada.

Fundação Telefônica escolhe o Brasil para uso-piloto de ferramenta hipermídia nas escolas

Por meio do IDIE – Instituto para o Desenvolvimento da Informática Educativa, projeto da Fundação Telefônica e da OEI – Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação a Ciência e a Cultura, o Brasil irá testar a nova ferramenta hipermídia de uso pedagógico na Internet, chamada Educalab, desenvolvida pelo Laboratório do Centro EducaRede de Formação Avançada, da Espanha. O EducaRede é um dos grandes programas da Fundação Telefônica na Espanha e na América Latina e visa a inserção social através das Tecnologias da Informação e Comunicação.

O uso-piloto da ferramenta começa no dia 3 de outubro, com a formação de um grupo de professores das redes públicas do Estado de São Paulo e municipais da capital e de São Bernardo do Campo, além de escolas particulares. A formação tem o objetivo de testar as potencialidades dessa ferramenta inovadora pelas escolas participantes e será realizada pelo diretor do Laboratório, Antonio Rodríguez De Las Heras. Professor da Universidade Carlos III de Madri, De Las Heras é um dos maiores especialistas espanhóis em novas tecnologias. Ele também é diretor do Instituto de Cultura e Tecnologia da Universidade Carlos III, professor associado da Sorbone, de Paris, e já foi premiado pela Fundesco – Fundação para o Desenvolvimento do Conhecimento – com o livro “Navegar por la información”. É autor de vários livros eletrônicos, entre eles “Por  la orilla del hipertexto y Los estilitas de la sociedad tecnológica”.

Após a formação, o professor, que é o responsável pela concepção do Educalab, acompanhará remotamente o desenvolvimento do uso da ferramenta em sala de aula, para apoiar os professores na exploração de todas as suas potencialidades. O conceito que permeia o Educalab é o de “novas escritas, novas leituras”, pois todo o conteúdo pensado pelos professores e alunos pode ser construído numa espécie de parede infinita com recursos multimídias, inserindo-se textos, filmes, planilhas, arquivos de Power-point, flash etc, de maneira inovadora. O foco é a criatividade e a colaboração.

Sobre o IDIE

O Instituto para o Desenvolvimento e a Inovação Educativa (IDIE), especializado em Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), foi implantado no Brasil por meio de convênio firmado entre a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura OEI e a Fundação Telefônica. Com sede no Brasil e com cobertura para toda a região ibero-americana, o IDIE trabalha em favor da qualidade da educação por meio da cooperação técnica e do fortalecimento institucional em ações específicas de assessoria, apoio técnico, capacitação e outras intervenções e projetos voltados à temática de novas tecnologias na educação. Para tanto, realiza parcerias com as administrações educacionais, entidades e especialistas mais representativos dos países ibero-americanos e de seus sistemas educacionais.

Sobre a Fundação Telefônica no Brasil

Criada em 1999 com o objetivo de coordenar o investimento social do Grupo Telefônica no Brasil, a Fundação Telefônica completa 10 anos de atuação no País. Nesse período, mais de 500 mil pessoas foram beneficiadas direta ou indiretamente com os projetos de desenvolvimento social, que têm como eixos centrais a consolidação dos direitos das crianças e dos adolescentes e a melhoria da qualidade da educação pública. Hoje, seus principais programas são o EducaRede e o Pró-Menino. A Fundação Telefônica mantém ainda os programas de Arte e Tecnologia e Voluntários Telefônica.

O post Fundação Telefônica escolhe o Brasil para uso-piloto de ferramenta hipermídia nas escolas apareceu primeiro em Notícias da Fundação Telefônica.

Fundação Telefônica escolhe o Brasil para uso-piloto de ferramenta hipermídia nas escolas
Fundação Telefônica escolhe o Brasil para uso-piloto de ferramenta hipermídia nas escolas