Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedRelembre aqui o enlightED 2021

Guia de Integração de Programas apoia educadores de Sergipe em planejamento de aulas que explorem os projetos educacionais de suas escolas

#AulaDigital#Educação#Educadores

Imagem mostra quatro educadores negros, sendo duas mulheres e dois homens, conversando. Uma das mulheres segura uma caneta e faz anotações em um papel. Os demais educadores estão ao fundo na imagem

A Secretaria de Estado da Educação, do Estado e da Cultura de Sergipe (Seduc), em parceria com a Fundação Telefônica Vivo e o Instituto Paramitas, lançou um guia para orientar os professores sobre práticas pedagógicas e apoiar no planejamento de aulas que fortaleçam as habilidades dos alunos do Ensino Fundamental.

O Guia de Integração de Programas reúne atividades do Projeto Aula Digital e do Estude em Casa pelas Ondas do Aula Digital, com iniciativas e o suporte pedagógico que estão disponíveis no portal e aplicativo Estude em Casa.

O Aula Digital é uma iniciativa que faz parte do ProFuturo, programa de educação global da Fundação Telefônica e da Fundação “la Caixa”. O projeto combina a formação técnico-pedagógica de educadores e gestores com conteúdos e recursos tecnológicos que permitem a personalização da aprendizagem em sala de aula.

O manual consiste em uma análise comparativa dos programas e projetos desenvolvidos pela Seduc nas escolas que atendem aos anos iniciais do Ensino Fundamental. Além disso, o conteúdo está alinhado ao Currículo Priorizado de Sergipe.

 
Nele, são apresentados os componentes de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia. Em cada um, estão indicadas as práticas pedagógicas, o objeto do conhecimento e as habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além dos programas que fazem parte do processo educativo das escolas.

“Esse material fortalece parcerias importantes e tem a cooperação das nossas 29 redes municipais. Foi construído a partir das devolutivas dos educadores, acompanhados pelo projeto Aula Digital, e o olhar aos vários programas e projetos que são tocados pelas redes de ensino”, explica Ana Silvia Oliveira, assistente de projetos do Instituto Paramitas.

A elaboração do projeto

No primeiro semestre, os alunos participaram de uma avaliação diagnóstica, por meio da Plataforma do Projeto Aprova Brasil. O objetivo foi identificar as habilidades que os estudantes precisavam desenvolver e as que eles dominavam com segurança. Essa análise foi o ponto de partida para a elaboração do Guia de Integração de Programas.

O levantamento foi feito para apoiar professores e gestores escolares na análise dos resultados, identificando possíveis lacunas de aprendizagem. Assim como na realização de atividades com foco nas habilidades com menor desempenho dos estudantes. A partir daí, os professores discutiram e planejaram novas estratégias de intervenção com o apoio dos formadores.

“Foi um trabalho feito a muitas mãos e de muita escuta. Por isso, o resultado ficou tão bonito e temos certeza de que vai apoiar os professores de forma mais precisa”, diz Ana Silvia Oliveira, assistente de projetos do Instituto Paramitas.

A importância do guia no planejamento de aulas

O guia foi apresentado aos gestores, coordenadores e professores de Sergipe durante a Semana da Oficina Pedagógica “Como intervir para avançar”, promovida pela Seduc. Na ocasião, foi ensinado como utilizar o conteúdo, para os educadores poderem aproveitar os recursos disponíveis.

“As disciplinas estão separadas por cores e tudo está organizado para que o professor encontre o que precisa de forma rápida. Para a construção de planejamento de aulas sobre escrita, por exemplo, basta clicar na página sobre esse tema para ter acesso aos conteúdos. Os professores poderão pensar em conteúdos de forma mais simples e integrada”, explica Joedna Barreto, professora do Instituto Paramitas.

Ana Lúcia Lima, diretora do Departamento de Educação da Seduc, destaca como esse trabalho amplia o acesso aos estudos das crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental das redes estadual e municipal.

“O material é a consolidação de uma parceria importante que temos com o Instituto Paramitas e com a Fundação Telefônica Vivo. É um apoio extremamente valioso para nós. E vai facilitar o trabalho dos professores para que os alunos prossigam sua trajetória escolar com sucesso”, explica.

“Temos hoje um suporte pedagógico em que o professor pode fazer o seu planejamento de aulas e executá-lo. No guia, ele encontra as habilidades e os objetos do conhecimento relacionados com as atividades disponíveis no portal Estude em Casa, que poderão ajudá-los no processo de ensino e aprendizagem”, complementa a diretora.

Planejamento de aulas: manual inspira educadores do Ensino Fundamental
Planejamento de aulas: manual inspira educadores do Ensino Fundamental