Saltar para o menu de navegação
Saltar para o menu de acessibilidade
Saltar para os conteúdos
Saltar para o rodapé
Logo EnlighTed está chegando | Dias 19, 20 e 21 de outubro | Inscreva-se agora!

Duas escolas brasileiras foram premiadas pelo 11º Concurso Internacional EducaRede. Saiba quais são!

Professores brasileiros estão entre os vencedores do Concurso Internacional EducaRede

Duas escolas brasileiras, o Colégio Estadual Embaixador José Bonifácio, de Petrópolis (RJ), e a Escola de Ensino Fundamental e Médio Egídia Cavalcante Chagas, de Nova Morada (CE), foram premiadas pelo 11º Concurso Internacional EducaRede, promovido pela Fundação Telefônica da Espanha entre março e junho último. As duas instituições de ensino inscreveram trabalhos pedagógicos desenvolvidos de forma colaborativa, utilizando as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

Destinado a alunos e professores da educação infantil ao ensino médio, a finalidade do concurso é fomentar o trabalho em equipe em torno das TIC, reconhecendo o esforço do professorado em introduzi-las nos processos de ensino-aprendizagem. A Fundação recebeu 1.100 trabalhos procedentes de 19 países da Europa, América do Norte, América Central e América do Sul. Do Brasil, foram 114 inscritos.

O professor Guilherme Erwin Hartung, do colégio José Bonifácio, ficou em 2º lugar na modalidade Experiências Didáticas, com o projeto “Fractal Multimídia – Fábrica de Objetos de Aprendizagem”. Já a professora Francisca Gardênia Silva, da escola Egídia Cavalcante Chagas, obteve a 3ª colocação na modalidade Web, com o projeto “Tá na pista! Escola Egídia na direção!”. Como prêmio, cada uma das escolas ganhou uma lousa digital e um projetor multimídia.

Jogos educativos e cidadania

O trabalho de Petrópolis simula uma empresa multimídia de construção de jogos educativos, na qual os estudantes desenvolvem os objetos de aprendizagem em software livre e depois compartilham os produtos na web, todos encomendados e utilizados por outros estudantes, professores e comunidade escolar. Os usuários desses produtos,  de escolas de diferentes regiões do país, podem interferir, criticar, requisitar novos materiais, fazer download dos produtos disponíveis, modificá-los e publicá-los com novas características.

Para criar o projeto, o professor Hartung conciliou o interesse e a identificação dos jovens por jogos com a carência de objetos de aprendizagem de qualidade, acessíveis e contextualizados. O resultado foi a encomenda de vários jogos, animações e realidade aumentada com conteúdos curriculares realizada por outros professores. Todos os alunos da escola foram beneficiados com o projeto, desde os que simplesmente usaram os produtos em aula até os que desenvolveram esses objetos.

A equipe de Nova Morada concorreu com um site construído  por alunos e professores, com a intenção de despertar nos cidadãos do município cearence a consciência para a necessidade de melhoria na qualidade do trânsito local. O projeto começou na aula de Sociologia e foi precedido de pesquisa no Portal EducaRede, palestras para a comunidade, mobilizações em semáforos e participação em sessão da Câmara Municipal, entre outros.

Todo o conteúdo do site foi elaborado com  planejamento sobre a composição das páginas, a divisão dos subtemas e o design.  Entre as seções do site, estão “Trânsito em Nova Morada”, “Motoristas e Pedestres”, “Violência no Trânsito”, “Álcool e Direção”, “Educação no Trânsito”, “Transporte Escolar” e um quiz elaborado pelos estudantes, que se dividem nas tarefas. Um dos resultados do projeto foi a introdução da problemática do trânsito na pauta dos temas em discussão na comunidade.

Sobre o EducaRede
Promover inovação nas ferramentas educacionais, por meio do estímulo à inclusão digital e ao uso das novas tecnologias como recurso pedagógico, sobretudo nas escolas públicas, é a premissa do Programa EducaRede. O grande desafio do programa, implementado no Brasil há oito anos, é estar sempre à frente das novidades relacionadas à tecnologia, contribuindo para que possam ser aplicadas à educação e chegar aos educadores de maneira acessível e estimulante.

Sobre a Fundação Telefônica
A Fundação Telefônica gerencia a maior parte da Ação Social e Cultural do Grupo Telefônica no mundo, demonstrando o compromisso da empresa com as sociedades junto às quais atua. A instituição está presente na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México, Peru, Equador e Venezuela e também desenvolve programas junto a operadoras locais da Telefônica na Guatemala, Nicarágua, Panamá, El Salvador e Uruguai. No Brasil, foi criada em 1999 e atua para o desenvolvimento social, através da consolidação dos direitos das crianças e dos adolescentes. Desde o início de sua atuação, mais de 500 mil pessoas já foram beneficiadas direta ou indiretamente pelos projetos que desenvolve, por meio dos programas EducaRede,  Pró-Menino, Arte e Tecnologia e Voluntários Telefônica.

O post Professores brasileiros estão entre os vencedores do Concurso Internacional EducaRede apareceu primeiro em Notícias da Fundação Telefônica.

Professores brasileiros estão entre os vencedores do Concurso Internacional EducaRede
Professores brasileiros estão entre os vencedores do Concurso Internacional EducaRede