Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedRelembre aqui o enlightED 2021

A Fundação Telefônica promove o seminário “Redes e Sustentabilidade no SGDCA – Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente”. Confira!

O seminário acontece em SP e discute inovação e fortalecimento das redes de atenção a crianças e adolescentes

 

st1:*{behavior:url(#ieooui) }

 

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

A Fundação Telefônica promove, entre os dias 4 e 5 de maio, em São Paulo, o seminário “Redes e Sustentabilidade no SGDCA – Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente”. O objetivo é discutir os principais desafios e as novas oportunidades para o fortalecimento das redes de atenção na área da infância e juventude, bem como as possibilidades trazidas pelas inovações tecnológicas.
Para tratar de inovação, foram convidados dois cientistas brasileiros de renome internacional: o neurocientista Miguel Nicolelis, professor titular de Neurobiologia e codiretor do Centro de Neuroengenharia da Duke University (EUA), e Silvio Meira, cientista-chefe do C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife – e professor titular do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, onde leciona engenharia de software e história e futuro da computação.
O seminário privilegiará momentos de palestras, relacionando teoria e prática e oficinas metodológicas. Também serão apresentados cases de sucesso na condução de redes de proteção à criança e ao adolescente. A ideia é procurar favorecer a articulação entre diferentes atores engajados na promoção dos direitos da infância e juventude e explorar metodologias, ferramentas e conceitos que podem contribuir para a sustentabilidade das redes.
O evento é dirigido a diretores, coordenadores e técnicos de organizações não-governamentais e de escolas; conselheiros dos direitos da criança e do adolescente e conselheiros tutelares; representantes de secretarias municipais e estaduais, promotores e juízes; e estudantes e pesquisadores interessados no tema.

Na ocasião, será lançado o “Guia para Diagnóstico e Planejamento da Política Municipal de Proteção Integral das Crianças e Adolescentes”, realizado pela Prattein consultoria, em parceria com a Fundação Telefônica e com apoio do movimento “Juntos pelo ECA”, que reúne 14 empresas e instituições empresariais com projetos na área dos direitos da criança e do adolescente. A Fundação também lançará o manual prático “Fortalecendo Redes no SGDCA”, desenvolvido em parceria com a MOB – Inteligência em Rede, com o objetivo de disponibilizar um conjunto de conhecimentos que possa ser uma referência prática para quem trabalha neste campo.

Confira a programação
O seminário acontecerá a partir das 8h do dia 4 de maio no Novotel Jaraguá, na rua Martins Fontes, 71, Bela Vista, e se estende até as 13h do dia 5. Todas as plenárias serão transmitidas ao vivo pelo portal Pró-Menino (www.promenino.org.br).
O tema da primeira mesa redonda, no dia 4, será: Práticas do trabalho em Rede no SGDCA. Serão apresentados os cases de sucesso de São Carlos, Bebedouro e Várzea Paulista, apresentados por autoridades da área social das respectivas cidades, e com análise e comentários de teóricos sobre o tema.
A segunda mesa, intitulada Roda Viva: Lideranças, Mobilização e Colaboração para o Trabalho em Rede, terá como palestrantes Dalberto Adulis, diretor-executivo da ABDL – Associação Brasileira para o Desenvolvimento de Lideranças; Marcelo Estraviz, escritor e ativista na área de mobilização de recursos; e Lama Tsiring Everest, coordenadora do centro budista Odsal Ling, de São Paulo.
Ainda no dia 4, está prevista uma mesa redonda a partir das 14h com o tema: Visões: A ciência e a tecnologia a serviço dos direitos de crianças e adolescentes. As apresentações estarão a cargo dos cientistas Miguel Nicolelis e Silvio Meira.
Na sequência, serão realizadas dez oficinas paralelas, com participação máxima de 30 pessoas por sala. Os temas são: Mobilização de recursos; Metodologia “Conhecer para transformar”; Análise de Redes Sociais; Governança x Liderança; Avaliação, monitoramento e indicadores; Comunicação; Fortalecimento socioinstitucional; Software e colaboração; Criança e Rede; e Redes de aprendizagem.
No dia 5, a primeira mesa redonda tem como tema Monitoramento, Indicadores e Avaliação para o SGDCA. Serão apresentadas as experiências do México e Brasil na construção de indicadores e estratégias de comunicação. Para falar sobre o assunto, foram convidados Juan Martín García, diretor-executivo da Red por los Derechos de la Infancia  no México; Milda Moraes, coordenadora do Projeto de Monitoramento da Situação de Direitos, FNDCA; Jucilene Rocha, oficial de Monitoramento do UNICEF; Ana Lima, do Ibope e Daniel Brandão, Diretor Executivo da MOVE – Avaliação e Estratégia em Desenvolvimento Social.
O último debate será sobre Participação e parcerias intersetoriais no SGDCA, com o desembargador Antonio Carlos Malheiros, coordenador da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo; Ruy Pavan, coordenador do UNICEF na Bahia e Sergipe; Eduardo Pereira, prefeito de Várzea Paulista e Andrea Moraes, gerente de Responsabilidade do Santander e representante do Movimento Juntos pelo ECA.
O post Seminário discute inovação e fortalecimento das redes de atenção a crianças e adolescentes apareceu primeiro em Notícias da Fundação Telefônica.

Seminário discute inovação e fortalecimento das redes de atenção a crianças e adolescentes
Seminário discute inovação e fortalecimento das redes de atenção a crianças e adolescentes