Saltar para o menu de navegação
Saltar para o rodapé
Saltar para os conteúdos
Saltar para o menu de acessibilidade
Logo EnlighTedDias 19, 20 e 21 de outubro | Assista ao enlightED aqui!

A Fundação Telefônica promove um Videochat sobre a importância das Redes Sociais e os Modelos de Intervenção no Combate ao Trabalho Infantil. Confira!

Acompanhe o videochat!

Na etapa virtual do III Encontro Internacional contra o Trabalho Infantil, promovido pela Fundação Telefônica, está programada para o dia 29 uma mesa redonda ao vivo sobre a importância das Redes Sociais e os Modelos de Intervenção no Combate ao Trabalho Infantil. A discussão ocorrerá por meio de videochat, que começa às 13h, e poderá ser acompanhado pelo endereço  http://pt.encontrotrabalhoinfantil.fundacaotelefonica.com/
Participam da discussão Eugênio Trivinho, professor-doutor do Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e Pesquisador do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Ciça Lessa, secretária executiva de coordenação da Rede ANDI Brasil, Agência de Notícias dos Direitos da Infância; e Cecília Cerrotta, do programa EducaRede, da Fundação Telefônica da Argentina.
Durante dois meses, e de forma inédita, o evento se utilizará das novas tecnologias de informação e comunicação como ferramentas para a discussão sobre o combate e a erradicação do trabalho infantil. Aproximadamente 5.200 pessoas já estão inscritas no site e participando das atividades.

Espaço de discussão

O tema desta edição do Encontro Internacional é Redes e Inovação para a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. A ideia é que o evento online se constitua num amplo espaço de discussão sobre trabalho infantil, onde todos os atores envolvidos possam trocar informações e experiências, sobretudo no âmbito da América Latina. Com isso, pretende-se promover uma discussão contínua entre os participantes e fomentar a criação de uma rede internacional de prevenção e combate ao trabalho infantil.
Todos os participantes terão acesso a um ambiente de rede social, no qual terão a oportunidade de se comunicar e trocar experiências. O debate na web ocorrerá até outubro e é aberto a todas as pessoas. É esperada a participação de representantes do terceiro setor e de organismos internacionais, além de responsáveis, nesses países, pela formulação de políticas públicas de combate ao trabalho infantil, professores universitários, pesquisadores e investidores sociais.
As atividades na web convergirão para as apresentações do encontro presencial, marcado para os dias 3 e 4 de novembro, em Bogotá (Colômbia).
O evento é uma iniciativa da Fundação Telefônica com apoio da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e do PREAL (Programa de Promoção da Reforma Educativa da América Latina e Caribe). O desenvolvimento da ferramenta online é do CEATS/FIA (Centro de Empreendedorismo e Administração em Terceiro Setor da Fundação Instituto de Administração).

Programa Pró-Menino

A Fundação Telefônica desenvolve ações de combate ao trabalho infantil por toda a América Latina, no âmbito do Programa Pró-Menino. No continente, são beneficiadas mais de 170 mil crianças, número que deverá chegar perto de 200 mil ainda neste ano. No Brasil, a instituição atua na erradicação do trabalho infantil através do apoio a 24 organizações em 17 municípios paulistas, protegendo cerca de 10 mil crianças do risco do trabalho precoce.

Sobre a Fundação Telefônica

A Fundação Telefônica gerencia a maior parte da Ação Social e Cultural do Grupo Telefônica no mundo, demonstrando seu compromisso com as sociedades junto às quais atua. A instituição está presente na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México, Peru, Equador e Venezuela e também desenvolve programas junto a operadoras locais da Telefônica em El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Panamá e Uruguai. No Brasil, foi criada em 1999 e atua para o desenvolvimento social, através da consolidação dos direitos das crianças e dos adolescentes. Desde o início de sua atuação, mais de 500 mil pessoas já foram beneficiadas direta ou indiretamente pelos projetos que desenvolve, por meio dos programas EducaRede,  Pró-Menino, Arte e Tecnologia e Voluntários Telefônica.
O post Videochat discute o papel das redes sociais no combate ao trabalho infantil apareceu primeiro em Notícias da Fundação Telefônica.

Videochat discute o papel das redes sociais no combate ao trabalho infantil
Videochat discute o papel das redes sociais no combate ao trabalho infantil